7º ETA - Esquadrão Cobra

 

Os Esquadrões de Transporte Aéreo foram criados em 12 de maio de 1969, pela Portaria R012/GM3, com o objetivo de descentralizar as operações do Comando de Transporte Aéreo (COMTA) e realizar missões de transporte aeroterrestre, logístico, lançamento de cargas, evacuação aeromédica, humanitárias e de socorro a vítimas em casos de desastres naturais, atuando subordinados diretamente a cada Comando de Zona Aérea (COMZAE) onde estavam baseados. A partir de 1986, as Zonas Aéreas foram redenominadas Comandos Aéreos Regionais (COMAR).

 

Sediado na Base Aérea de Manaus, no Amazonas, o Sétimo Esquadrão de Transporte Aéreo (7º ETA), o Esquadrão Cobra, é o mais novo dos ETAs, tendo sido criado no dia 04 de julho de 1983, com a divisão da área do I COMAR e a criação do VII COMAR, a qual está subordinado. O 7º ETA realiza suas missões na parte oriental da Amazônia brasileira, compreendendo os estados do Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia.

 

Equipado inicialmente com os Embraer C-95B Bandeirante, o Esquadrão Cobra, através de suas 1ª e 2ª Esquadrilhas, deu origem ao 1º/3º GAv em Boa Vista e ao 2º/3º GAv em Porto Velho, respectivamente. As aeronaves Embraer C-95B Bandeirante deixaram de operar na Unidade em meados de 2007, sendo substituídos pelos Cessna C-98 Grand Caravan e Embraer C-97 Brasília. Os primeiros C-98A, equipados com aviônicos mais modernos, chegaram em 2009.

 

O Cessna C-98A Grand Caravan está equipado com uma turbina Pratt & Whitney PT-6A-114A com 675 shp, tem velocidade máxima de 341 km/h e autonomia de 2.000 km, peso vazio de 1.748 kg e peso máximo de decolagem de 3.630 kg. O comprimento é de 13,72 metros e a envergadura de 15,88 metros, não carregando nenhum tipo de armamento.

 

O Embraer C-97 Brasília está equipado com duas turbinas Pratt & Whitney PW-118 com 1.850 shp cada, tem velocidade máxima de 556 km/h e autonomia de 1.750 km com 30 passageiros, peso vazio de 7.580 kg e peso máximo de decolagem de 11.500 kg. O comprimento é de 20,02 metros e a envergadura de 19,78 metros, não carregando nenhum tipo de armamento.

 

O símbolo do 7º ETA é a cobra, simbolizando a região onde está localizado.

 

Fonte: SPOTTER / CECOMSAER

 

RETORNAR